PROCEDIMENTOS NO CONSULTÓRIO

Existe uma gama imensa de procedimentos que pode-se fazer no consultório, com anestesia local e técnica adequada.

Esses tratamentos tem como objetivo amenizar os sinais do envelhecimento e melhorar a qualidade da pele da paciente. 

Os tratamentos são muitas vezes combinados: são utilizados mais de um tipo de produto visando tratar a face como um todo, para restaurar a harmonia facial.

Clique em cada um deles e saiba mais:

TOXINA BOTULÍNICA

O tratamento com a toxina botulínica vem se popularizando para diversos fins atualmente. A movimentação da musculatura facial promove, com o envelhecimento, a formação de sulcos (que chamamos de rugas) na face. No início, essas aparecem apenas a movimentação, tornando-se permanentes com o passar do tempo.  O Botox® ou Dysport® suavizam as rugas de expressão da face ao paralisar a musculatura onde são injetados. Ao bloquear pontos específicos da musculatura, esse tratamento previne a formação de novas rugas ou a piora das rugas já existentes. Pode ainda atenuar pequenas assimetrias de face, como por exemplo, a posição das sobrancelhas, ou mesmo promover um afinamento do rosto da paciente. Além desta finalidade, a toxina pode ser aplicada nas axilas ou em outras regiões do corpo para diminuir a sudorese (hiperhidrose ou suor excessivo) ou mesmo utilizada para o tratamento de bruxismo (ranger os dentes a noite), quando aplicada nos músculos masseter da mastigação. Pacientes que sofrem da doença paralisia facial também têm na toxina botulínica uma parte de seu tratamento.

A aplicação da toxina é realizada ambulatoriamente, ou seja, no consultório, sob técnica asséptica, com anestesia local. As pacientes, no geral, queixam pouco de desconforto no momento da aplicação. O armazenamento dos frascos se dá em geladeira específica, e a forma de diluição também modifica a técnica.  Procure sempre um médico cirurgião plástico com clínica habilitada para a realização do procedimento.

 

PREENCHIMENTOS

O estudo do envelhecimento nos mostrou que grande parte das mudanças faciais que ocorrem são derivadas de perda de volume de bolsas de gorduras específicas da face e remodelamento ósseo. Atualmente, com o desenvolvimento de substâncias preenchedoras seguras e com o conhecimento de técnicas adequadas, podemos contornar alguns problemas de perda de volume na face, melhorando o aspecto envelhecido e postergando eventuais procedimentos cirúrgicos mais invasivos.

 

O ácido hialurônico é o preenchedor mais utilizado atualmente, por sua segurança, eficácia, reabsorção em aproximadamente 18 meses (durabilidade) e disponibilidade em diversas concentrações no mercado, fazendo-o multi-uso para aplicações em áreas diferentes do rosto. Nas técnicas atuais de harmonização facial, estratifica-se a face como um todo, muitas vezes apresentando diferentes tratamentos, com produtos diversos, em diferentes áreas da face para uma mesma paciente (MDCodes). Os chamados SkinBoosters são concentrados leves de ácido hialurônico, que não visam o preenchimento, mas sim a hidratação profunda da pele.

O preenchimento com ácido hialurônico pode ser aplicado em lábios, para devolver volume ou melhorar o contorno, no sulco nasogeniano (bigode chinês), olheiras, linhas de marionete e têmporas. Quando aplicado nas regiões malares da face, devolvem a posição das maças do rosto, conferindo jovialidade ao rosto. Pode ser utilizado também para redefinir contorno de mandíbula e queixo em homens e mulheres.

 

MICROAGULHAMENTO

A técnica de microagulhamento consiste em promover o aumento e reorganização das fibras de colágeno da pele, melhorando sinais do envelhecimento, manchas e cicatrizes. Com o auxílio de agulhas muito finas (existem diferentes profundidades e concentrações de agulhas) em um roller, o médico cirurgião plástico realiza, sob anestesia local e técnica asséptica, o microagulhamento, uma abrasão na pele.

O objetivo principal do microagulhamento é o estímulo do colágeno e criar porta-de-entrada para aplicação profunda de medicações específicas para cada tipo de pele ("drug delivery"), como, por exemplo, a vitamina C. A indução de um processo inflamatório no local é capaz de estimular os fibroblastos (células responsáveis pela produção de colágeno). Esse tratamento pode ser usado para retardar o envelhecimento, combater a flacidez, atenuar o melasma (mancha gravídica), nas sequelas de queimaduras, cicatrizes e até mesmo em estrias e doenças capilares (alopécia). 

 

FIOS DE SUSTENTAÇÃO

Os fios de sustentacão facial promovem um tratamento conhecido como lifting facial não cirúrgico. O uso de fios de sustentação visa o rejuvenescimento do contorno facial e melhora da flacidez da face. O efeito de lifting da face é mais discreto que o conseguido através de um lifting cirúrgico, porém visto imediatamente após a aplicação. Nesta técnica, utiliza-se fios de materiais absorvíveis e bioestimulantes: ácido polilático e polidioxanona.

 

Os fios de sustentação normalmente apresentam cones em sua extensão. Esses cones (feitos do mesmo material absorvível) servem como pequenos ganchos que vão levantar os tecidos da face. Por serem feitos de material bioestimulante, provocam o estímulo local de colágeno. 

 

O lifting minimamente invasivo com fios está indicado para pacientes que apresentam sinais precoces de envelhecimento facial - para retardar a necessidade cirúrgica, para pacientes que necessitariam de um lifting cirúrgico mas não querem ou não podem se submeter ao procedimento e para pacientes que apresentam sequelas de paralisia facial em um lado da face e requerem de melhor simetrização do rosto.

 

BIOESTIMULADORES DE COLÁGENO

Hoje temos disponíveis no mercado produtos que são bioestimuladores de colágeno. O Sculptra®, por exemplo, é um polímero biodegradável feito de ácido poli-L-láctico (PLLA). Esse composto é reabsorvido e durante sua permanência no corpo, causa uma reação inflamatória local controlada que estimula as áreas de contato na produção de colágeno pelos fibroblastos (principais células da pele). Por conta de precisar de tempo para causar essa reação, os resultados da aplicação demoram a aparecer: podem ser vistos com 2 meses da aplicação e melhoram progressivamente em até 12 meses. Tem efeito de duração variável, mas os estudos mostram derme mais firme por até 25 meses. 

Esse tratamento é sugerido para pacientes que queixam-se de flacidez da pele e perda de sustentação facial. Hoje o produto citado tem espaço até para devolver a firmeza da pele de glúteos e coxas, e amenizar celulites, por exemplo. Esse é um forte aliado no combate aos sinais do envelhecimento. A aplicação normalmente é realizada em sala de procedimento no consultório, sob anestesia local (em creme e injeção) e demora em torno de 30 minutos. Essa aplicação deve ser agendada (nunca realizada em primeira consulta), uma vez que o produto (em pó) necessita de diluição com 48 horas de antecedência.

 

© 2018. Por Dr. Endrigo Bastos. Todos os direitos reservados.