CIRURGIAS COMBINADAS

Hoje são comuns as associações de cirurgias plásticas em um único procedimento. Muitas pacientes desejam aproveitar a internação e anestesia para realizar mais de um procedimento. Este texto tem a intenção de informar sobre as possibilidades de associações e suas limitações. Doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, devem estar perfeitamente compensadas para a segurança dos procedimentos e melhor resultado cicatricial.

Primeiramente, a paciente deve ser saudável o suficiente para o tipo de procedimento pretendido. O cirurgião examinará e solicitará exames para garantir a segurança do procedimento ou explicará a impossibilidade de associações.
 

As associações que realizamos mais frequentemente são:
-Lipoaspiração, abdominoplastia e Mamoplastia;

-Lipoaspiração e Abdominoplastia;
-Abdominoplastia e Mamoplastia;
-Ritidoplastia (Lifting Facial) e Blefaroplastia (cirurgia das pálpebras);

-Ritidoplastia e Rinoplastia.

 

As principais vantagens dessas associações são o melhor resultado global obtido e a grande economia para a paciente, de tempo e financeira, já que existem descontos interessantes na internação para o segundo procedimento e o tempo de repouso será sobreposto.

Como desvantagens, podemos citar um tempo de recuperação um pouco maior dependendo da associação e um pouco mais de dor pós-operatória. Os cuidados devem ser os mesmos de qualquer cirurgia plástica e a paciente deve separar um tempo de repouso, afastar-se do trabalho por um período pré-determinado e ter pessoas em sua casa para ajudá-la na recuperação.

© 2018. Por Dr. Endrigo Bastos. Todos os direitos reservados.